segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Internet, eu te amo!


Ainda tento imaginar como deve ser a vida sem internet e todos os benefícios que ela tem me dado, como se quando eu acreditasse em Papai Noel ela já fosse assim, indispensável.

Penso como pode ter sido possível que as empresas de intercâmbio tenham conseguido seus clientes ha séculos, mesmo sabendo que eles não teriam em suas mãos essa maquininha tão preciosa chamada computador, que hoje é essencial.

Todas as manhãs, quando aperto o botão até que a luzinha fique azul, sinto que este sim tem sido meu maior companheiro. O coração se despedaça quando qualquer problema o impossibilita de se conectar ao meu mundinho, mas quando o contrário acontece, o peito infla e a esperança vem a tona.

Há 11 meses e alguns dias tem sido ele o meu melhor amigo.

Foi assim, entre câmeras e teclado que mamãe me mostrou como é ver o mundo com um olhar novo, me enchendo de alegria e emoção ao saber que essa telinha faria com que ela dividisse comigo mais esse momento.

Foi assim, diante dessa tela que tudo aconteceu.

Minha família resolveu desencalhar, mas foi através de uma janelinha qualquer que eu fui saber que a porcentagem e primos solteiros diminuiria consideravelmente esse ano.

Foi aqui diante dessa tela que meu castelinho desmoronou e se reconstruiu novamente.

Devido a esse brinquedinho, pude saber o quanto perdi e o quanto ganhei por não estar sempre no mesmo lugar.

As pessoas continuaram seus cursos de vida,e não esperaram o próximo dia 5 para dar continuidade a isso.

Algumas partiram sem que tivesse tempo de dar Adeus, mas a internet me deixou saber disso.

Outras noivaram-se.
Amigos brigaram.
Polêmicas aconteceram.
Pessoas se uniram.
Eu continuei sabendo de tudo, mesmo que minutos depois de todos, mas soube.

Foi assim que descobri a mais incrivel sensação de amar um serzinho minúsculo, sem antes vê-lo, e portanto,receber o meu prmeiro:

Parabéns, você será titia!

Os jantares online, os bate papos, os amigos sobreviventes apesar da distância, o amor, os próximos capítulos, os "na cozinha de Hickory com Bru"...rs, o meu 1 ano So far away, nada disso seria possível se não fosse a bendita internet e todas as pessoas que estão no lado brasileiro dessa telinha.

2 comentários:

  1. Que máximo...resumiu tudo que é essa maravilha pra gente né amor!!!!
    Assino embaixo e ainda digo mais....graças a ela a minha saudade não me matou...!
    Te amo!!!!! E a internet tbm vai...rsrs...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir